Conteúdo

Home

História Geral

História do Brasil

Atualidades

Cultura

Biografias

Curiosidades

 

Cronologia

Brasil

Mundo

 

Calendário

Datas Comemorativas

 

Links

Enem

Fuvest

Prouni

Mec

Une

 

 

 

 

 

 

 

História Geral

A Cidade de Atenas

A cidade de Atenas, localizada na Ática, foi fundada pelos jônios. Os jônios estabeleceram-se próximo ao mar Egeu e dedicaram-se à pesca e ao comércio marítimo, além de construir portos.

 

A sociedade ateniense era formada pelos eupátridas (grandes proprietários de terras), georghois (pequenos proprietários), thetas (não possuíam terras e eram trabalhadores assalariados) e demiurgos (artesãos e comerciantes estrangeiros).

 

No século VIII a.C., Atenas era governada por um rei, chamado de basileus, que era indicado e assessorado por uma assembléia da qual só participavam os eupátridas. Em dado momento, os eupátridas destituíram o rei, colocando em seu lugar um grupo de aristocratas (arcontado), eleitos pelo conselho dos eupátridas. Dessa forma, o regime político tornou-se oligárquico.

 

A fim de diminuir a força dos eupátridas, Sólon criou um órgão legislativo chamado Conselho dos Quatrocentos (Bulé); assembléia destinada à elaboração das leis, e uma Assembléia do Povo (Eclésia); votava as leis e escolhia os Estrategos, que eram encarregados de executar as leis. Hiléia, tribunais de justiça.

 

As reformas de Sólon limitaram o poder dos eupátridas e favoreceram os novos comerciantes ricos. Mas, não atenderam a principal reclamação entre as camadas populares, que era a redistribuição de terras. Essa situação, levou à tirania. Para os gregos, tirano era o indivíduo que tomava o poder à força.

 

O primeiro tirano ateniense, Psístrato, melhorou a vida econômica e cultural do homem comum. Após sua morte, seus filhos Hípias e Hiparcos assumiram o poder, porém sem a competência do pai. Hiparcos foi morto por um eupátrida. Hípias foi deposto e expulso da cidade num golpe articulado e executado pelos nobres espartanos e eupátridas.

 

Após breve instabilidade política, Atenas sofreu uma rebelião popular, liderada por Clístenes. Em 509 a.C., Clístenes realizou reformas que deram origem à democracia.

 

Com as reformas de Clístenes, todos os cidadãos, não importando a condição econômica ou a profissão, podiam participar diretamente do governo. Entretanto, em Atenas, cidadão era o homem livre, filho de pai e mãe ateniense. Escravos, estrangeiros, mulheres e crianças estavam excluídos da democracia ateniense.

25/06/07

 
 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

©HistóriaMais 2005/2014    Política de Privacidade     historiamais@historiamais.com