Conteúdo

Home

História Geral

História do Brasil

Atualidades

Cultura

Biografias

 

 

 

Links

Enem

Fuvest

Prouni
Une

 

 
 

 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 
 

 
História do Brasil
 

Dia Nacional da Consciência Negra

 

Em 20 de novembro, comemora-se no Brasil, o Dia Nacional da Consciência Negra. A data escolhida pelo Movimento Negro Unificado em 1978, é em homenagem ao líder da resistência negra à escravidão e da luta pela liberdade, Zumbi. Assassinado em 20 de novembro de 1695.

Em 1995, a data da morte de Zumbi, foi adotada como o Dia da Consciência Negra.

 

Zumbi

 Zumbi nasceu em  1655 no Quilombo dos Palmares, era descendente de guerreiros angolanos. Após uma invasão bandeirante, foi entregue recém-nascido, aos cuidados do padre Antônio Melo, da vila de Porto Calvo.

 Foi batizado com o nome de Francisco e recebeu educação religiosa, tornando-se coroinha. Aos 15 anos fugiu para Palmares, onde adotou o nome africano de Zumbi.

 

Zumbi destacou-se pela inteligência e coragem, e aos 17 anos tornou-se general de armas do quilombo.

Em 1678, o líder de Palmares, Ganga-Zumba fez um acordo com os brancos, prometendo-lhes depor as armas e não tentar novas fugas em troca de liberdade, terras e autorização para estabelecer um comércio na região. Revoltado, Zumbi arquitetou uma vingança contra Ganga-Zumba e o envenenou, tomando seu lugar.

Com a morte de Ganga-Zumba, Zumbi liderou por 16 anos em Palmares, fortalecendo a resistência dos negros contra os brancos que pretendiam destruir o Quilombo.

 Em 1694, uma expedição comandada pelo bandeirante Domingos Jorge Velho, destruiu a fortaleza de Zumbi. Zumbi conseguiu escapar, mas seu esconderijo foi delatado por um dos seus comandantes, Antônio Soares.

 Capturado e torturado,  foi morto por Domingos Jorge Velho. Zumbi foi decapitado e sua cabeça exposta por anos seguidos até sua total decomposição.

20/11/2018
 

 
 

 

Contato
 
 
 

 

 

 

 

©HistóriaMais desde 2005 na web   Política de Privacidade     historiamais@historiamais.com