Conteúdo

Home

História Geral

História do Brasil

Atualidades

Cultura

Biografias

Curiosidades

 

Cronologia

Brasil

Mundo

 

Calendário

Datas Comemorativas

 

Links

Enem

Fuvest

Prouni

Mec

Une

 

 

 

 

 

 

 

História do Brasil

A Mão-de-Obra na Empresa Açucareira

O plantio da cana e a produção do açúcar exigiam o trabalho de muita gente. A princípio, foi utilizada a mão-de-obra indígena. 

 

No entanto, quando esta economia provou sua alta rentabilidade, utilizou-se a mão-de-obra africana, o que possibilitou a Portugal mais uma fonte de lucros: o tráfico de escravos negros.

 

Portanto, a solução mais lucrativa para o problema da mão-de-obra no Brasil foi a escravização do negro africano. E os principais interessados na implantação da escravidão negra no Brasil eram os "donos" do tráfico negreiro.

 

Os traficantes traziam os escravos negros das colônias portuguesas da África, transportando-os pelos mares em navios conhecidos como navios negreiros. Chegando ao Brasil, os escravos eram vendidos, por altos preços, ao diversos interessados.

 

O tráfico negreiro foi um dos setores mais lucrativos do comércio colonial. Os lucros obtidos com a compra e venda de escravos iam para a Metrópole: para a burguesia envolvida nesse comércio e para o rei na forma de impostos.

 

Impulsionado pelo sistema colonial, o tráfico negreiro era a principal fonte de fornecimento de mão-de-obra para a empresa açucareira.

24/06/05

 

 

 

 
 
 
 

 

 

 

 
 
 

 

 

 

 

©HistóriaMais 2005/2014    Política de Privacidade     historiamais@historiamais.com